2-Exposição-Estruturas-de-Bambu-PUC-Rio-de-Janeiro.jpg 1-Exposição-Estruturas-de-Bambu-PUC-Rio-de-Janeiro.jpg

Exposição Estruturas de Bambu, PUC Rio de Janeiro

13-Exposição-Estruturas-de-Bambu-Sesc-Teresópolis.jpg 4-Exposição-Estruturas-de-Bambu-Sesc-Teresópolis.jpg 25-Exposição-Estruturas-de-Bambu-Sesc-Teresópolis-.jpg expobambuweb1.jpg 7-Exposição-Estruturas-de-Bambu-Sesc-Teresópolis.jpg montagem-cri.jpg

Oficinas, Sesc Teresópolis

22-Exposição-Estruturas-de-Bambu-Sesc-Teresópolis.jpg

Exposição Estruturas de Bambu, Sesc Teresópolis

expobambuwebufmg1.jpg

Exposição Estruturas de Bambu, Universidade Federal de Minas Gerais UFMG

renderexpobambuweb1.jpg renderexpobambuweb2.jpg

Exposição Estruturas de Bambu

Esta exposição integra o primeiro edital da Rede Brasileira do Bambu, organizado pelo CNPQ do Ministério da Ciência e Tecnologia do Governo Federal.

Faz parte do projeto “Estruturas Acessíveis de Bambu”, coordenado pelo Laboratório de Sistemas Estruturais (LASE) da Escola de Engenharia da UFMG. São instituições parceiras no projeto a PUC-Rio, a ABMTENC, a CEFET-MG e a Bambutec.

Bambutec, empresa com origem nos laboratórios de Design e Engenharia da PUC-Rio e integrante dos programas de desenvolvimento tecnológico conduzidos nestas Universidades, concebeu e projetou a Exposição Estruturas de Bambu: Materiais Naturais e Tecnologias Sustentáveis, que apresenta resultados de pesquisas realizadas nos laboratórios envolvidos e os seus desdobramentos socioambientais.

Em 2011 aconteceram duas edições no campus da PUC-Rio no Rio de Janeiro e no campus da UFMG em Belo Horizonte. Em 2014, o Sesc Teresópolis recebeu a Exposição durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

Trata-se de uma exposição temática, com um espaço construído de 300 m², para divulgação de conteúdos técnico-científicos sobre novos métodos de construção, com aplicação nas áreas da Arquitetura, Design e Engenharia, gerados por pesquisa original desenvolvida no Brasil.

Uma sala de exposição erguida sobre pórticos a partir de uma treliça espacial em forma de onda sustenta o teto, forrado por uma superfície tensionada de bambus laminados, abrigando o público e fazendo um convite à experimentação coletiva. Painéis e mobiliário, desenhados para favorecer a visitação, recebem uma apresentação de trabalhos científicos, uma mostra de modelos, protótipos e produtos desenvolvidos e uma exposição de trabalhos profissionais aplicados no mercado por projetistas graduados na PUC-Rio.